7 dias no Chile e paisagens incríveis

CHILE: ROTEIRO DE 07 DIAS COM HISTÓRIA E PAISAGENS INCRÍVEIS

SOBRE SANTIAGO,  CHILE
Aos pés da Cordilheira, Santiago encanta visitantes.
Santiago, capital do Chile, tem uma das vistas mais belas do mundo: a Cordilheira dos Andes, maior cadeia de montanhas do mundo, que ganha contornos avermelhados no verão e fica coberta pela neve no inverno. Além do cenário espetacular, a metrópole de 6 milhões de habitantes ainda oferece ruas arborizadas, parques, praças, grandes shoppings, prédios históricos e museus. Nos arredores da cidade você ainda encontra experiências surpreendentes, como centros de esqui, vinícolas e as cidades litorâneas que fazem a festa dos visitantes no verão – esses atrativos estão distante apenas uma hora da capital!
QUANDO IR
No verão a temperatura pode passar dos 30°C. No inverno os termômetros despencam, entre 4°C e 15°C. Para conhecer as vinícolas, o ideal é ir de janeiro até março, quando há colheita da uva.
Com a imponente Cordilheira dos Andes ao fundo, Santiago é uma das mais belas capitais da América Latina – compre sua passagem para Santiago aqui. A cidade é organizada e arborizada, com ruas largas ideais para caminhada, atrações como o Teatro Nacional e o Parque Metropolitano, além dos cerros (morros) e das vinícolas que produzem vinhos deliciosos.

DIA 1 –  CENTRO HISTÓRICO

       Comece conhecendo o Centro Histórico de Santiago que mescla tradição e modernidade na arquitetura de suas praças e museus. Inicie o dia assistindo a Troca de guarda.
E conhecendo também o Palácio La Moneda – sede do governo e que tem visita guiada de graça. Aproveite para visitar o Centro Cultural La Moneda, que fica no subsolo da Praça. Nesse espaço sempre há exposições e atividades culturais. Tem também lojinhas de artesanato e uma simpática cafeteria. Depois, vá caminhando até à Plaza das Armas, onde está a  maravilhosa Catedral Metropolitana de Santiago, o Museu  Histórico Nacional,  Museu de Arte Precolombino e o Edifício dos Correios.Edifício do Correios
Dicas:  Aproveite para caminhar pelo Paseo Ahumada e fazer umas comprinhas. Lá está a principal rua de comércio do centro de Santiago, onde tem lojas de departamentos como Falabella, Ripley e Paris , várias lojas de sapatos (Passeo Estado), eletrônicos, restaurantes e os famosos cafés com pernas.  Nas ruas  Agustinas e Moneda, tem várias casas de câmbio com boas cotações. É bom lembrar que aos domingos todo o comércio fica fechado.
Continue caminhando pelo Passeo Puente até chegar ao Mercado Central. Um bom lugar para comer pratos preparados com a centolla – uma espécie de garanguejo gigante, prato típico chileno.
Depois do Mercado Central, pegue um taxi (porque é um pouco longe) e vá até o Cerro Santa Lucía. Mas se prepare para encarar uma subida até chegar ao topo do Cerro. A vista compensa qualquer esforço, de lá de cima é possível ver a Cordilheira, boa parte da cidade e fazer lindas fotos.
DIA 2 – Parque Metropolitano de Santiago
            Dia de conhecer o Parque Metropolitano de Santiago. Pegue o metrô (linha 1) até à Estação Baquedano, atrevesse a Plaza Itália, ai é só caminhar até o final da Calle (rua) Pio Nono, nº 450.  O Parque Metropolitano de Santiago é o maior parque do Chile, nele estão o Cerro San Cristóbal e o Zoológico. Para subir até o Cerro você pega o funicular – uma espécie de bondinho. O funicular funciona nas segundas, das 13 às 19h, e de terça a domingo, das 10 às 19h. O ingresso custa $2.000 pesos chilenos (adulto) e $1.500 (crianças), para o trajeto de ida e volta. Nos finais de semana é um pouquinho mais caro. Lá em cima tem o Santuário Imaculada Conceição, com uma imagem de 22 metros de altura e uma vista maravilhosa de Santiago. Mais informações: http://www.parquemet.cl/precios-y-horarios/
Dica: Não deixe de provar o Mote com Huesillo, uma espécie de suco, bem doce, com grãos de trigo cozidos, parecidos com milho e pêssego natural inteiro. Tem também as empanadas: são gigantes, quase um almoço.
Depois de descer o Cerro, visite uma das famosas Casas Museu do poeta Pablo Neruda, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1971: a mais próxima é a La Chascona, que fica na Calle Fernando Márquez de La Plata, 0192, Bellavista, bem aos pés do Cerro. Tem outras casas em homenagem a Neruda como La Sebastiana, em Valparaiso e a casa museu Isla Negra. Todas as casas são museus e abertas à visitação.
La Chascona
Continue o passeio caminhando até o Patio Bellavista, um shopping aberto com diversos restaurantes e lojinhas com artesanatos típicos, muitos feitos com cobre. Ao lado do Pátio Bellavista está o restaurante Como Água para Chocolate, sempre cheio de brasileiros.
DIA 3 – Vinícolas chilenas
Não tem como visitar o Chile sem conhecer seus deliciosos vinhos. Hoje é dia de conhecer o processo de fabricação dos vinhos chilenos. As vinícolas mais próximas de Santiago são:  Cousino Macul,  Concha y Toro,  e Santa Carolina – nessas é fácil chegar de metrô. As vinícolas Undurraga e Santa Rita também dá para ir utilizando transporte público.
Para as que são um pouco mais distantes, como as do Valle de Casablanca tem a Casas del Bosque, a Emiliana,  e a Matetic. No Valle do Colchagua tem a Casa Silva e a Viu Manent. Várias empresas locais de turismo fazem esses passeios.  É possível visitar mais de uma vinícola por dia. Há opções de pacotes com visitas pela manhã e tarde, assim dá para aproveitar bem o dia.
Para saber como chegar em cada uma, acesse:
DIA 4 – Valparaíso e Viña del Mar
Para quem não quer ficar só em Santiago e quer pisar no Oceano Pacífico, um boa opção é conhecer as cidades litorâneas de Valparaíso – onde está o principal Porto do Chile, e Viña del Mar, declarada a cidade das flores. As flores já começam na entrada da cidade, com o famoso ponto turístico, que você não pode “passar batido” – o famoso relógio das flores.
Que tal começar por Valparaíso? A cidade tem um importante porto marítimo, é uma das maiores cidades do Chile, com uma área histórica considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.  Possui  42 morros, chamados de cerros. Ao chegar em Valparaíso você  já percebe um amontoado de morros e  casas coloridas.
Umas das atrações da cidade é a Casa Museu de Pablo Neruda – La Sebastiana. Você pode fazer a visita pela casa de cinco andares acompanhada pelo audioguia, com opção de idioma em português.
Para Viña del Mar, prefira o ônibus, ele vai te deixar no relógio das Flores. O metrô fica mais longe e tem que caminhar bastante para chegar até esse tradicional ponto turístico da cidade.
O cassino de Viña del Mar é o mais antigo do Chile, inaugurado em 1930. Está localizado junto a um grande hotel resort,  com restaurantes, bares e boate, de frente para o mar. Pegar o ônibus das linhas Pullman ou Turbus, que partem do Terminal Rodoviário Pajaritos, com 1h30 de viagem. Saem ônibus a cada 15 minutos.
 
DIA 5 – Valle Nevado
            Os brasileiros adoram o Valle Nevado. Por isso, não é difícil você             ouvir nossa língua por lá. Até o site oficial do Valle Nevado já tem             uma versão em Português.
O atrativo principal é porque a estação de esqui é pertinho de Santiago (o Valle Nevado fica a aproximadamente 50 km da cidade).
A viagem dura cerca de 1h entre curvas sinuosas, com uma vista deslumbrante.
O Valle  Nevado, com sua incontestável vista (que vale uma visita) e que nunca fecha. As atrações para os meses sem neve são:
– Tirolesa  ou aproveitar as telesillas em meio às belezas dos Andes
– Mountain Bike e Escalada
– Cavalgadas sempre acompanhada de guias tem duração de 2 a 4hs. É necessário agendamento prévio
– Trekking para principiantes (duração de 2h) e para experts (duração de 4h). Inclui ticket de teleférico, bastão para caminhada, garrafa de água, barra de cereal e vale pisco, bebida ou suco para trocar no Bar Lounge. Durante a semana é necessário agendamento prévio.
– Praça Infantil com balanços, escorregador, cama elástica e muito mais.
Algumas atividades são pagas, então recomendo uma olhada no site para ter uma idéia do preço. A página é em português, o que facilita bastante.
Aos que vão apenas para aproveitar o visual, há a possibilidade de um belo almoço. O restaurante fica aberto todos os dias das 10h às 18h.
DIA 6 – Cajón del Maipo
            Dia de conhecer esse paraíso da natureza que está pertinho de        Santiago.
Atenção: Esse passeio é indicado para o período de outubro até meados de abril. Fora desse período neve muito e as estradas ficam bem perigosas e podem fechar .
Apesar de estar a cerca de uma hora de Santiago, Cajón del Maipo é um passeio para o dia todo. Um passeio de tirar o fôlego. Você vai ficar hipnotizado com a grandeza e o encanto da Cordilheira dos Andes, com alturas que ultrapassam os 5.000 metros. É um encontro com a natureza, é viver o silêncio e olhar pra cima e se ver rodeado por montanhas milenárias que parecem mágicas.
DIA 7 – Compras
            Hoje é dia de circular pelos vários shoppings de Santiago. Costanera        Center, onde está a torre mais alta da América Latina, em providência,       Parque Arauco, Alto Las Condes e Mall Sport, em Las Condes. Este último é um shopping com lojas voltadas para a prática de esportes.
Aproveite para subir na Torre mais alta da Amperica Latina – é o edifício do Shopping Costanera e no último andar está o Sky Costanera.
Mall Sport: Imagina um shopping só com lojas de equipamentos e roupas esportivas? Assim é o Mall Sport, várias lojas de ciclismo, natação, equitação, montanhismo e muito mais.
E sabe o que é mais legal? Há vários esportes que podem ser praticados dentro e fora do shopping. Na parte de dentro tem muro de escaladas, arvorismo, pista de carrinho de corrida, kart para as crianças.
Na área externa tem paintball laser, surf com ondas artificiais, além de deliciosos restaurantes.
Shopping Costanera Center: É o maior shopping de Santiago, localizado junto à maior torre da América Latina, com 300 metros de altura, no bairro Providência. Aproveite para subir no alto da torre mais alta da América Latina.
Dica importante: No Costanera também tem descontos para turistas. Não só em lojas, mas também em restaurantes. É necessário se dirigir ao balcão de informações no 2° piso (em frente a entrada da loja Ripley) apresentar identidade ou carteira de motorista do Brasil e você recebe um cartão ou uma pulseira para aproveitar os descontos.

Meu nome é Fabiana Moreira, moro em Santo André, São Paulo, sou formada em Administração de Empresas e completamente aficionada por viajar. O que me levou ao famoso “unir o útil ao agradável” e atualmente, sou proprietária de uma agência de viagens.